quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Clips é a nova câmera do Google que tira fotos e faz vídeos sozinha

Compacta, usa aprendizado de máquina para perceber quando há algo interessante acontecendo na cena. Foi projetada para operar a maior parte do tempo sem a necessidade de intervenção humana, embora disponha de um botão que permite fazer autorretratos (selfies).



Talvez você já tenha usado o sistema de reconhecimento facial no Google Fotos. Ele também usa aprendizado de máquina para detectar rostos e, por exemplo, sugerir com quem compartilhar uma foto. Também permite encontrar pessoas, lugares ou coisas. O grau de acerto é impressionante, em alguns casos apontando pessoas até melhor que os humanos que conhecem aquelas pessoas, mesmo que as fotos sejam de diferentes épocas da vida (de quando crianças, adolescentes, e adultos). Em outros casos, “a máquina” ainda tem muito a aprender. Por exemplo, ao procurar por “cachorro” na minha conta pessoal, o Google Fotos mostrou corretamente não só imagens como também vídeos onde aparecem cães, porém se “confundiu” e apresentou fotos também de porquinhos-da-índia e gatos. Mas essas falhas são por ora perdoáveis, já que mesmo com elas, a ajuda é enorme ao buscar alguém dentre milhares de imagens e vídeos.

Pois é um sistema de detecção desse tipo que a Google embarcou na Clips: “Nós colocamos as capacidades de aprendizado de máquina diretamente em Clips, de modo que quando você ligue a câmera, ela procure por bons momentos para capturar.” Clips tenta capturar imagens nítidas de pessoas e outros membros da família, como cachorros e gatos. Segundo a Google, você pode ajudar a câmera a aprender quem é importante para você, de modo que ela passe a tirar mais fotos dessas pessoas.



A Clips pode também gravar pequenos vídeos, mas sem som, já que não possui um microfone integrado. A câmera também não possui visor, então você necessitará do app Android ou iOS para sincronizar, visualizar, salvar e deletar os clips. Também é possível escolher um quadro específico de um vídeo para salvar como imagem individual.



Alguns estão se perguntando se o dispositivo é assustador ou divertido. Ben Popper, do The Verge, observa que muitas pessoas não curtem a ideia de ter uma câmera olhando para elas o tempo todo, pior ainda se a mesma é guiada por inteligência artificial e criada por uma empresa que faz seu dinheiro coletando dados pessoais de seus usuários; e diverte-se dizendo que a câmera é ideal para um pai como ele, que o dispositivo não compartilha dados ou imagens com os serviços em nuvem da Google, e que o sistema de inteligência artificial está embutido no próprio hardware da câmera, onde também ficam armazenados, de forma encriptada, as fotos e vídeos.

Saiba mais sobre a Clips no blog do Google (em inglês).
Seguir

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...