Trump ameaça usar a caneta contra TikTok

O presidente dos EUA Donald Trump disse que poderia usar poderes econômicos de emergência ou uma ordem executiva para impor a proibição do aplicativo no país, e insistiu: "Eu tenho essa autoridade. Será assinado amanhã". 

TikTok é um aplicativo de mídia para criar e compartilhar vídeos curtos. De propriedade da companhia de tecnologia chinesa ByteDance, o aplicativo de mídia foi lançado como Douyin na China em setembro de 2016 e introduzido no mercado internacional um ano depois. É uma plataforma de vídeo curto líder na Ásia, nos Estados Unidos e em outras partes do mundo. O aplicativo ganhou popularidade e se tornou o aplicativo mais baixado nos Estados Unidos em outubro de 2018. -- Wikipédia

Segundo dados compilados pela Maryam Mohsin, de Oberlo, o TikTok tem atualmente 800 milhões de utilizadores e mais usuários ativos mensalmente que o Youtube ou Instagram:



Dentre tanta gente, não é difícil encontrar também quem odeie o aplicativo. Um usuário da rede social Reddit, por exemplo, escreveu que o TikTok "é a prova da bestialidade humana". Já um usuário do Twitter criou o perfil de humor "Por que o TikTok tem que ser proibido?", onde publica uma seleção dos vídeos curtos mais "peculiares". A alegada razão de Trump, no entanto, seria "segurança nacional", ao acusar o aplicativo de fazer espionagem para a China.

Segundo a Bloomberg, o governo dos Estados Unidos estaria pressionando a ByteDance a vender sua popular rede social a uma empresa americana. Fontes garantem que a Microsoft estaria interessada na aquisição, fato que, se concretizado, poderia remodelar o mapa das redes sociais no mundo.

Como não poderia deixar de ser, internautas reagiram com humor à notícia da proibição:

"As pessoas do TikTok chegando às outras redes sociais":
 


💡 Se assuntos como este te interessam, fique à vontade para participar de nosso canal no Telegram ou inscrever-se em nossa lista de e-mail.

Compartilhar

Nenhum comentário:

Postar um comentário